Frente Parlamentar da Radiodifusão é lançada na Câmara dos Deputados nesta quarta

Compartilhar

O presidente da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt), Luciano Pimenta, participou nesta quarta-feira, 30, do lançamento da Frente Parlamentar da Radiodifusão, no Salão Verde, na Câmara dos Deputados, em Brasília/DF.

O objetivo é que os principais projetos, demandas e solicitações que envolvem o rádio sejam discutidos com a nova frente. Entre os assuntos que deverão entrar em pauta estão a migração das rádios AM para FM, além da defesa da liberdade de imprensa e expressão.

Cristiano Flores, diretor geral da Abert, explicou a importância da criação da Frente Parlamentar para o setor. “Então essa frente ela é importante, porque ela conscientiza os parlamentares, ela cria um fórum democrático de discussão sobre o nosso setor. Que é benéfico não apenas para a radiodifusão, como para toda sociedade que tem todo direito de ser informada”, afirma Flores.

O presidente da Abert, Paulo Tonet, comentou sobre projeto onde os chips FM serão inclusos no smartphones para a recepção de sinal de rádio. “Esse exemplo é muito importante e eu até deverei falar nele hoje. A questão do chip do FM, nos smartphones para receber gratuitamente e livremente, independentemente de banda, este sinal do ar, é um projeto que já está andando muito bem no Congresso Nacional. Nós já tivemos aprovação em duas comissões temáticas e ele já está na Comissão de Constituição e Justiça”, ressalta Tonet.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), enalteceu o trabalho desempenhado pela radiodifusão no país. “Nós vivemos uma crise da viralização do ódio através da fake news, e nada mais importante que a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa e o papel das empresas de radiodifusão no nosso país. Importante, porque de forma livre comunicam a sociedade, informam a sociedade, produzem conteúdo e conseguem de forma muito concreta organizar esse momento, onde essa viralização do ódio, as instituições democráticas, enfraquecem nossa democracia.”

Via: Portal Amirt

 

Faça seu comentário usando o Facebook