Furnas deve desapropriar terras de moradores do entorno da represa em Campo do Meio

Compartilhar

Moradores do entorno da Represa de Furnas devem ser desapropriados pela Central Elétrica em Campo do Meio (MG). A responsável pela gestão do lago está demarcando a área de quem mora ao redor do reservatório, onde há construções irregulares.

Segundo a assessoria, o objetivo da ação é a recuperação da posse das áreas sob concessão de Furnas e também a preservação de Áreas de Proteção Permanente (APPs). Furnas alega que as obras foram realizadas sem consentimento da empresa ou de órgãos reguladores.

Os moradores estão preocupados com a demarcação. Uma notificação extrajudicial foi entregue para que eles deixem a área em até 30 dias. Já se passaram 15 dias desse prazo e os moradores afirmam que ainda estão sem informações.

“Chegando na minha residência vi que fixaram um adesivo no portão, pedindo para que retirasse algumas construções que estariam na faixa de Furnas. Não teve contato nenhum com a empresa e achamos muito estranho acontecer desta maneira. Furnas tem o direito de cobrar, mas teria que antes conversar com o pessoal e dar um tempo maior”, falou o médico João Kennedy Rocha, morador do local.

Por nota, Furnas informou que construções irregulares e usos não autorizados das margens dos reservatórios são fatores de risco para a segurança das pessoas e para a preservação do próprio reservatório.

Fonte: G1

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Furnas deve desapropriar terras de moradores do entorno da represa em Campo do Meio

Comments are closed.