Governo de Minas usará verba de R$ 80 milhões, devolvida pela ALMG, para conter pandemia

Compartilhar

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) oficializou, nesta terça-feira (23), a devolução, ao governo estadual, de R$ 80 milhões economizados pela Casa no ano passado. O dinheiro será utilizado para fomentar a saúde pública, sobretudo no que tange à pandemia do novo coronavírus. O destino da verba foi revelado pelo governador Romeu Zema.

“Os recursos federais que já recebemos cobriam somente o ano passado. Hoje, com a segunda onda, estamos tendo crescentes demandas de leitos de enfermaria e UTIs”, disse Zema.

Minas Gerais enfrenta uma longa crise fiscal. Por isso, o governador comemorou o repasse do dinheiro. “A ajuda, com toda certeza, vem em um momento dos mais oportunos para o estado, que passa por dificuldades financeiras graves. Desde o início do meu governo, 26 meses atrás, temos procurado economizar cada centavo possível. Apesar de todo o esforço, o equilíbrio ainda não foi restabelecido. A maioria das nossas despesas têm reajustes automáticos”, explicou.

O orçamento anual da Assembleia varia conforme a arrecadação estadual. No ano passado, as verbas do Legislativo giraram em torno de R$ 1,2 bilhão. “Em meio a tantas adversidades que enfrentamos em nosso estado, é dever de cada um de nós contribuir de forma significativa para enfrentar de forma conjunta os desafios”, afirmou o presidente do Parlamento Mineiro, Agostinho Patrus.

No ano passado, o Legislativo já havia promovido ações como o redirecionamento, à saúde estadual, de emendas parlamentares. O repasse foi de R$ 300 milhões. As verbas indenizatórias, utilizadas para custear as atividades dos mandatos, sofreram cortes de 30% para ajudar o governo no combate à Covid-19. Em 2019, a economia feita foi de R$ 46 milhões.

 

Fonte: Jornal Folha Regional
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com