Governo inicia pagamento do ‘Renda Minas’ nesta sexta-feira (13)

Compartilhar

O Estado começa a pagar nesta sexta-feira (13) a primeira parcela do “Renda Minas” àqueles representantes de família nascidos no mês de janeiro e que estão inscritos no CadÚnico – pré-requisito para obtenção do auxílio.

A partir de segunda-feira (16) também será depositada a primeira parcela para os que nasceram no segundo mês do ano, em fevereiro, e pagamentos seguirão escala até 30 de novembro, quando será efetuado o pagamento a nascidos em dezembro.

A quitação da segunda parcela proposta pelo programa será feita entre os dias 7 e 22 de dezembro, também repetindo a ordem de escala por mês de nascimento.

O programa de transferência de renda destina-se às pessoas inscritas no CadÚnico até 11 de julho, e cujas famílias se enquadrem em situação de extrema pobreza – são aquelas em que a renda mensal por pessoa não é maior que R$ 89.

Trata-se, de acordo com o Estado, de um complemento ao Auxílio Emergencial e estima-se que um milhão de famílias serão beneficiadas com o “Renda Minas” – cerca de 2,8 milhões de pessoas.

A primeira parcela que começa a ser paga hoje é referente aos meses de outubro e novembro, e a segunda, cujo pagamento inicia-se em dezembro, será correspondente ao próprio mês. Apenas o titular da inscrição no CadÚnico poderá retirar a quantia prometida pelo governo.

Em nota encaminhada nessa quinta-feira (12), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) esclareceu que “em nenhuma hipótese o benefício será pago em contas de terceiros”.

Quem tem direito?

O auxílio do governo de Minas Gerais será pago aos mineiros inscritos no CadÚnico e que se encontrem em condição de extrema pobreza – com renda per capita familiar inferior a R$ 89. Aqueles interessados em saber se têm direito ou não a receber a quantia prometida precisam acessar o site do Renda Minas – www.rendaminas.com.br – com o CPF em mãos ou com o Número de Inscrição Social (NIS).

Como receber?

Parcelas de novembro e dezembro do “Renda Minas” serão depositadas de forma automática na Caixa Econômica Federal de acordo com a escala preparada pelo Estado. Depósitos cairão nas contas já existentes dos beneficiários – seja poupança, conta simplificada ou poupança social digital pelo aplicativo Caixa Tem. O banco abrirá uma conta individual àqueles que ainda não a possuem, e o acesso poderá ser feito também pelo app de celular.

Confira o calendário de pagamento da primeira parcela do auxílio (mês de aniversário/data do primeiro pagamento):

Janeiro: 13/11/2020;

Fevereiro: 16/11/2020;

Março: 17/11/2020;

Abril: 18/11/2020;

Maio: 19/11/2020;

Junho: 20/11/2020;

Julho: 23/11/2020;

Agosto: 24/11/2020;

Setembro: 25/11/2020;

Outubro: 26/11/2020;

Novembro: 27/11/2020;

Dezembro: 30/11/2020;

Escala de pagamento da segunda parcela do auxílio (mês de aniversário/data do primeiro pagamento):

Janeiro: 7/12/2020;

Fevereiro: 8/12/2020;

Março: 9/12/2020;

Abril: 10/12/2020;

Maio: 11/12/2020;

Junho: 14/12/2020;

Julho: 15/12/2020;

Agosto: 16/12/2020;

Setembro: 17/12/2020;

Outubro: 18/12/2020;

Novembro: 21/12/2020;

Dezembro: 22/12/2020;

Faça seu comentário usando o Facebook