Grãos: safra brasileira deve ter recorde de 277 mi de toneladas, aponta Cogo

Compartilhar

De acordo com a consultoria, elevação da produção será puxada pelo incremento das áreas de soja, milho 2ª safra e arroz, assim como aumento da produtividade média

Cogo – Inteligência em Agronegócio projeta para a safra brasileira de grãos 2020/2021 uma colheita recorde de 276,6 milhões de toneladas7,6% acima da atual (256,9 milhões de toneladas).

De acordo com a consultoria, o recorde previsto para 2020/2021 será puxado pelo incremento das áreas de soja (+3,7%), milho 2ª safra (+4,6%) e arroz (+7,6%) .

Também colaborariam para a elevação da safra a previsão de elevação de 4,4% na produtividade média dos grãos, para 4.082 quilos/hectare, ante 3.911 quilos/hectare na atual safra – cuja produtividade média foi afetada pelas fortes quebras na safra de verão do Rio Grande do Sul.

La Niña

De acordo com a Cogo, com a confirmação da ocorrência do fenômeno La Niña, o clima deverá ser favorável às safras das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, incluindo Matopiba.

Por outro lado, o evento climático aumentará o risco de estiagens localizadas, principalmente no Rio Grande do Sul.

Fonte; Canal Rural
Faça seu comentário usando o Facebook