Guerrero volta ao Flamengo em meio a indefinições e reta final de suspensão da Fifa

 Guerrero ainda não pode entrar em campo com a camisa rubro-negra.

O atacante Paolo Guerrero, do Flamengo, começará hoje a voltar à rotina normal depois do banimento temporário do futebol imposto pela Fifa. O jogador estará nesta terça-feira (20) no Ninho do Urubu para iniciar oficialmente os trabalhos em 2018. O retorno acontece 45 dias antes de 3 de maio, data do fim da suspensão, como prevê o regulamento da Fifa.

Esta volta, no entanto, ainda traz mais dúvidas do que respostas. Guerrero ainda não pode entrar em campo com a camisa rubro-negra. No cenário atual, o jogador só terá três meses de contrato restantes a partir do momento em que estiver 100% liberado pelos tribunais. Aliás, a audiência do peruano na Corte Arbitral do Esporte nem sequer tem data oficial marcada. Por tudo isso, o Esporte Interativo vai responder algumas dúvidas sobre o caso.

Dentro e fora de campo: futuro no Flamengo

A partir desta terça-feira, Guerrero vai passar por uma pré-temporada atrasada. O jogador terá uma rotina de treinamentos personalizada, mas com algumas obrigações normais de toda preparação de início de ano, como exames médicos e testes físicos. Para o departamento médico e a preparação física do Rubro-Negro, 2018 “acabou de começar” para o peruano. Até agora, o atleta treinava por conta própria.

Na primeira quinzena de maio o Flamengo tem dois duelos marcados pelo Campeonato Brasileiro contra Internacional (06/05) e Chapecoense (13/05). O camisa 9, também, estará livre para as duas últimas rodadas da fase de grupos da Copa Libertadores, contra Emelec e River Plate, e, obviamente, para disputar a Copa do Mundo, na Rússia, em junho.

Fora de campo, ainda há pendência sobre renovação de contrato. Guerrero tem vínculo com o Flamengo até o próximo dia 10 de agosto. A possibilidade maior é de extensão até o fim deste ano, mas não é descartada prorrogação maior. O martelo só deve ser batido depois do julgamento no CAS.

Luta na Justiça continua; relembre o caso

A audiência de Guerrero na entidade máxima da justiça desportiva mundial ainda não tem data oficial para acontecer. Segundo a agência francesa de notícias AFP, o peruano prestará depoimento no fim de abril. Ao Esporte Interativo, o staff do jogador informou que tenta adiantar o encontro para o início daquele mês, mas ainda sem sucesso.

O atacante foi suspenso preventivamente em 3 de novembro de 2017 por testar positivo para a substância benzoilecgonina, principal metabólito da coca. Em 8 de dezembro, aconteceu a primeira audiência e a punição de um ano longe do futebol, que foi diminuída para seis meses após recurso julgado no dia 20. O último jogo do camisa 9 pelo Flamengo foi em 19 de outubro, um 4 a 1 sobre o Bahia, na Ilha do Urubu.

(foto/reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

via esporteinterativo
Faça seu comentário usando o Facebook
shares