Homem é preso suspeito de atear fogo na casa da ex-companheira; um óbito foi registrado

Compartilhar

Um homem de 47 anos, foi preso na segunda-feira (11) suspeito de colocar fogo na casa da ex-companheira em Campos Gerais. O atual companheiro dela, que estava no local, morreu e ela foi socorrida inconsciente em estado grave. Vanderson Ricardo Novaes, de 36 anos, morreu antes de chegar ao hospital. A companheira foi levada pelo  Samu até o hospital da cidade e, depois, transferida para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas.

O caso foi no bairro Jardim Botânico na noite de domingo (10). Segundo o Corpo de Bombeiros, dois militares da polícia chegaram primeiro ao local. Eles quebraram a parede do banheiro em busca de vítimas. O casal foi encontrado inconsciente e com queimaduras.

Segundo o hospital, até a noite de segunda-feira, o estado de saúde era gravíssimo e a paciente foi internada no Centro de Terapia Intensivo. A mulher teve queimaduras em 70% do corpo e aguardava transferência para o Hospital João XXIII em Belo Horizonte.

A princípio, o boletim de ocorrência foi registrado como incêndio, mas há fortes indícios de que tenha sido criminoso, por isso a polícia realizou a prisão. Mas, até o momento, a polícia não havia dado detalhes sobre como foi feita a prisão e como o suspeito foi ligado ao crime. A perícia da Polícia Civil esteve no local.

O corpo de Vanderson foi levado ao IML em Poços de Caldas.

Faça seu comentário usando o Facebook