Homem que invadiu, tomou banho e dormiu na casa da Taylor Swift é condenado a prisão

Compartilhar

Nos últimos meses, estão frequentes os casos de perseguidores de Taylor Swift. No entanto, só nesta semana um deles foi realmente condenado à prisão. Trata-se de Roger Alvarado, que em abril invadiu a casa da cantora quebrando uma janela. Já nos aposentos, as informações são que ele tomou banho e dormiu em um dos quartos. Ela não estava lá na ocasião.

De acordo a coluna Page Six do New York Post, Alvarado foi, portanto, condenado a uma pena de seis meses de prisão. Após a sua libertação, ele retornará ao seu estado natal, Flórida, para cumprir cinco anos de liberdade condicional e entrar em um programa de saúde mental obrigatório.

Com tantos casos preocupantes, Taylor Swift testou até uma atitude drástica para sua segurança. De acordo com a revista Rolling Stone, um sistema de reconhecimento facial em shows contribuiu para isso. No show de Pasadena, Califórnia, em 18 de maio, os fãs foram passando em um quiosque que mostravam imagens do ensaio. Enquanto isso, seus rostos eram escaneados secretamente.

Com os rostos escaneados, a equipe de segurança cruzava com um banco de dados com centenas de seus stalkers conhecidos. Mike Downing, diretor de segurança do Oak View Group, que trabalha com grandes locais de shows, disse à revista: “Todo mundo que passava deveria parar e olhar para a câmera, então a tecnologia começava a funcionar”, explicou.

A cantora não confirmou tal sistema.

Faça seu comentário usando o Facebook