Hotéis e pousadas voltam a funcionar com 60% da capacidade em Monte Verde

Compartilhar

Hotéis e pousadas de Monte Verde, distrito de Camanducaia (MG), começaram a operar com 60% da capacidade nesta quinta-feira (30). A medida foi adotada pela prefeitura por meio de decreto, que permitiu o aumento, a princípio, até 12 de agosto. Até então, os estabelecimentos estavam funcionando com 40% das vagas.

A flexibilização vai beneficiar 150 estabelecimentos de hospedagens do distrito de Monte Verde. No decreto, a Prefeitura de Camanducaia ainda manteve algumas restrições de funcionamento de atrativos dentro dos locais, mas flexibilizou outras situações.

No documento, a prefeitura determina que as áreas de lazer como piscinas, saunas, quadras esportivas e playground permaneçam sem funcionar nos hotéis e pousadas. Já as atividades com até duas pessoas, como quadra esportiva para tênis, agora estão permitidas.

O decreto ainda impõe que aos finais de semana e feriados apenas turistas com reservas antecipadas podem ter acesso ao distrito.

“Nos temos percebido que, com as regras rígidas criadas pela prefeitura e a fiscalização da vigilância sanitária, o funcionamento do comércio, inclusive os ligados ao setor turístico, não tem sido o grande vilão disseminação da Covid-19. Os comércios funcionam sem aglomeração, com distanciamento social, com higienização do ambiente, não expondo funcionários e clientes ao risco excessivo. Por isso, nós passamos de 40% para 60% a permissão dos meios de hospedagem para receber turistas nesse período”, destacou o prefeito de Camanducaia, Edmar Cassalho Moreira Dias (MDB).

Serviços turísticos
O novo decreto ficou estabelecido também que serviços e atrativos turísticos que precisam de carros, os veículos deverão transportar, no máximo, três pessoas, incluindo o guia/motorista, exceto nos casos de casais acompanhados de filhos, quando será permitida a ocupação máxima do veículo.

Já na Trilha da Pedra Redonda, o documento permite a entrada de famílias. Na regra anterior, o acesso estava restrito a apenas duas pessoas. A entrada de famílias no passeio na Trilha da Pedra Redonda, porém, só será permitida com a contratação de agências de passeio.

O decreto aumenta também o número de pessoas nos comércios: estabelecimentos comerciais acima de 150 m² poderão funcionar com, no máximo, dez clientes por vez (antes, o limite era de seis clientes), sempre obedecendo o distanciamento interpessoal de, no mínimo, dois metros.

 

 

Fonte: G1

Faça seu comentário usando o Facebook