Onda Sul FM

Iniciativa por parte de moradores é tomada como forma de prevenção para desastres causados pela chuva

Algumas cidades do Sul de Minas tem passado por problemas devido os fortes temporais nos meses de Fevereiro e Março.

A presença da chuva tem ocasionado desastres naturais como enchentes e alagamentos. Em Pouso Alegre, por exemplo, 120 milímetros em 2017 e 118 no ano passado. Neste ano, no mesmo período, o volume de chuva já passou dos 322 milímetros.

Em Santa Rita do Sapucaí, o rio Sapucaí subiu tanto ao ponto de quase transbordar no Centro da cidade. Casas foram inundadas e até carros foram arrastados devido á pressão e quantidade de água em locais próximos ao rio.

Já em Ouro Fino, moradores tiveram uma ideia inteligente. Criaram em um aplicativo, um grupo mensagens onde o nível do Ribeirão Ouro Fino é compartilhado. Um morador que mora próximo ao rio faz o registro pela régua da prefeitura diariamente. Só neste ano, o ribeirão encheu por quatro vezes.

No ano passado, uma enchente atingiu cerca de 350 casas e o rio derrubou a ponte de acesso ao estádio da cidade, o mesmo foi reinaugurado neste sábado (23), um ano depois.

Segundo a Defesa Civil, nem sempre é possível evitar os danos mas, iniciativa como essa dos moradores de Ouro Fino contribuem para a prevenção.

“Tem vários moradores ribeirinhos que ajudam a fazer o monitoramento do rio”, finalizou o coordenador da Defesa Civil.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA