Investindo em tecnologia, Coopercitrus destaca-se no suporte para sistematização de áreas rurais

Compartilhar

A mecanização nas lavouras de cana-de-açúcar trouxe grandes progressos para o setor, principalmente nas questões socioambientais, e agregou novas ferramentas para o manejo da cultura. No entanto, o avanço das máquinas em campo também apresentou desafios, como compactação do solo, pisoteios e falhas, que diminuem a longevidade no canavial.

Para que esses eventuais problemas não persistam, uma manobra adotada no campo é a sistematização, um conjunto de técnicas que traz melhorias significativas no sistema de produção, reduzindo custos e contribuindo com o aumento da produtividade. A Coopercitrus especializou-se nessas novas tecnologias e, por meio do serviço GeoCoopercitrus Vant oferece todo suporte para a sistematização de áreas.

Como comprovação da funcionalidade das novas tecnologias, Carlos Eduardo da Palma, engenheiro agrônomo e produtor de cana-de-açúcar há 21 anos, investiu na sistematização em uma área e se surpreendeu com o resultado.

As colheitadeiras de cana reduziram o sufoco, mas os problemas no tráfego se tornaram frequentes. A gente já vislumbrava a necessidade de entrar com agricultura de precisão, mas não só o básico. Queríamos um projeto que englobasse tudo, a sulcação, as operações de colheita e de transbordo, para não ter mais pisoteio”, afirma Carlos Eduardo.

O resultado superou as expectativas do produtor, que hoje colhe acima de 100 toneladas de cana por hectare. “É claro que São Pedro ajuda bastante, mas a gente conseguiu produtividade esse ano que nunca tivemos em toda a história. A gente teve a produtividade em cana de terceiro corte próxima ao que a gente teve em cana de primeiro corte. Isso já é um indicativo que nos deixa muito satisfeitos. Além disso, seja em área de 1º ou 5º corte, só tivemos produtividade acima de 100 TCH”, enumera.

Dentre os ganhos, o produtor aponta a redução de mão de obra e de máquinas em campo. Se antes ele usava 4 colheitadeiras, agora ele realiza a operação com apenas 3 máquinas.

Com um portfólio de produtos e serviços cada vez completo e com soluções integradas que beneficiam do pequeno ao grande produtor, a cooperativa segue cumprindo sua missão, contribuindo assim com o fortalecimento dos agricultores e com o desenvolvimento da agropecuária nacional.

O que é Vant?
Vant é a sigla para Veículo Aéreo Não Tripulado. Também conhecido como Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) ou apenas drone, que é uma aeronave que não necessita de piloto embarcado e controlado à distância. Com alta tecnologia embarcada, o GeoCoopercitrus Vant faz o serviço de sensoriamento remoto em propriedade rurais, para identificar falhas nos canaviais e fazer a sistematização das lavouras.

Para mais informações e disposição da Coopercitrus, basta acessar a loja de aplicativos, digitar Coopercitrus Campo Digital, realizar a instalação, e criar um usuário e senha. Pelo computador, basta digitar campodigital.coopercitrus.com.br.

 

Faça seu comentário usando o Facebook