IPVA: quem paga o imposto na hora da compra e venda do veículo?

Compartilhar

No começo do ano, muita gente gosta de mudar de vida e até mesmo de carro. Depois de muito avaliar e escolher o veículo, surge uma dúvida na negociação: quem deve pagar o IPVA? O vendedor ou o comprador?

Nessa época o mercado de veículos tem mudanças por conta da cobrança do IPVA – que em Minas Gerais tem o primeiro vencimento no dia 18 de janeiro – é muito comum ver em anúncios o vendedor usando como diferencial o imposto do ano estar pago e compradores exigindo descontos pelo débito existente do mesmo.

Adquirir o veículo sem nenhum débito em aberto é a situação ideal para qualquer comprador, mas o atual proprietário não tem essa obrigação. “Para a maioria das pessoas a obrigatoriedade do pagamento do imposto é da parte vendedora e de certa forma está correto, já que o veículo deve ser entregue sem ônus ou encargos. Porém algo muito importante não é considerado: o pagamento do IPVA é feito no começo, mas tem validade para todo o ano, ou seja, o ‘certo’ seria o valor ser pago proporcionalmente entre quem usou e usará” afirma o consultor em compra e venda de veículos, Leandro Iwata.

A situação é semelhante para quem deseja comprar um carro novo. “Quando o licenciamento de um 0km é feito no meio do ano, é devido o valor do IPVA referente aos meses restantes do ano em questão. E da mesma forma acontece com um seguro veicular, no caso de venda do veículo ou encerramento do seguro antes dos 12 meses contratados, é feito o reembolso sobre os meses restantes” acrescenta, Leandro.

Por isso, a dica tanto para quem quer vender, quanto para quem quer comprar é: conversar. “Flexibilize e faça contas! Se não conceder algum desconto pelo IPVA, pode fazê-lo perder a venda, atente-se. Deixar uma oportunidade de venda, pode lhe fazer pagar o IPVA integralmente e levar 2, 3 ou mais meses para vender seu veículo” orienta o consultor.

MELHOR ÉPOCA PARA COMPRA E VENDA DE VEÍCULOS

Leandro Iwata é de Poços de Caldas, mas presta assessoria online em todo o país. Uma das perguntas que mais recebe de compradores nessa época é: melhor esperar passar a data do pagamento do IPVA? “Sim, postergar a compra é uma opção, porém não necessariamente a melhor. O valor do IPVA é entre 2 e 4% sobre o valor do veículo, baseado em tabela FIPE. Mas assim como para a venda, existem as boas oportunidades de compra; perder uma pode lhe custar mais caro amanhã, como não encontrando o veículo que procura ou escolhendo um com IPVA pago e de pior conservação”, afirma.

Já para quem quer vender, a melhor época pode ser o final do ano. “Fala-se muito em IPVA de dezembro a março, então essas seriam as piores épocas para venda. Se tivéssemos que escolher um mês bom, seria novembro, porém não é bem assim que funciona o mercado na prática” finaliza, Leandro.

 

Fonte: Onda Poços
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com