Médico tailandês pode ter descoberto a cura para o coronavírus

Uma equipe de médicos da Tailândia afirma ter encontrado o que pode ser o tratamento para levar à cura do coronavírus; uma epidemia que tem assustado o mundo e já acumula mais de 17 mil infectados e 360 mortos ao redor do globo. De acordo com a CNN, os pesquisadores finalmente encontraram um tratamento ideal que pode ser capaz de exterminar a doença.

De acordo com o médico de Rajavithi, um hospital da Tailândia, localizado em Bankok, os medicamentos administrados levaram muito menos tempo para surtir algum efeito, que no final resultou na cura. A paciente tratada tem 71 anos e os medicamentos utilizados são indicados para combate de HIV e gripe.

A paciente, que estava sendo tratada em Wuhan, recebia medicamentos apenas para o vírus HIV, mas em razão do quadro grave que ela estava sofrendo em seu sistema respiratório foram administrados também medicamentos para gripe. Os remédios deram resultado positivo muito antes do imaginado: em menos de 48 horas. Segundo Kriangsak Atipornwanich, o médico responsável:

“A condição da paciente melhorou muito rapidamente, em 48 horas. E o resultado do teste também mudou de positivo para negativo dentro do mesmo período.”

Foram realizados exames laboratoriais na paciente e tudo mostra que não há mais registro de vestígios do vírus no sistema respiratório da mulher. É interessante dizer que até na semana passada vários medicamentos foram testados ao redor do mundo mas nenhum surtiu o mesmo efeito, inclusive o próprio hospital de Wuhan, onde o centro da epidemia está ocorrendo ainda utiliza medicamentos do mesmo tipo e com a mesma combinação, mas ainda não há informações se eles obtiveram o mesmo resultado.

Além de vidas humanas, a epidemia já causou diversos prejuízos ao redor do mundo, como a Uber que precisou desligar 240 usuários por um passageiro suspeito de infecção, a Xiaomi que teve que fechar lojas na China, e até mesmo a Apple, que deve vender menos por causa da epidemia. Felizmente, já existe um exame no Brasil para detectar a infecção.

É importante dizer também que mais exames são necessários e ainda é necessário que outras pessoas sejam curadas da mesma forma para afirmar com certeza que este é um método de tratamento definitivo contra o coronavírus. Mas o fato de alguém ter sido curado em tão pouco tempo já é motivo para comemoração para a comunidade geral, que teme maiores danos à vidas humanas e à economia dos países afetados.

Fonte: Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook
shares