MINAS GERAIS | Militar do Exército atira em flanelinha durante discussão

Compartilhar

Uma discussão entre um flanelinha de 28 anos e um homem que seria militar do Exército, de 45, terminou em violência no início da tarde dessa quinta-feira (10/6) no Bairro Santa Cruz, Região Nordeste de Belo Horizonte. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Por volta das 13h40, a polícia foi chamada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo na Avenida José Cleto, com uma vítima atingida. Baleado na perna direita, na região da panturrilha, o flanelinha foi levado ao Hospital João XXIII, sem risco de complicações.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), ao qual a TV Alterosa teve acesso, no hospital, o homem contou que lava carros no cruzamento da José Cleto om a Avenida Bernardo Vasconcelos e, ontem, discutiu com o motorista porque ele não quis “colaborar financeiramente com sua profissão”.

Segundo o registro da PM, o homem de 28 anos disse que os ânimos se exaltaram e ele pegou um cabo de madeira para desferir um golpe na cabeça do militar. Depois disso, ele viu o homem sacar uma arma e apontar para as pernas dele, atirando.

Após efetuar o disparo, o militar foi embora e foi localizado pela polícia após uma ligação telefônica.

Segundo o boletim de ocorrência, ele disse que ao passar pelo cruzamento quando foi abordado pelo lavador de carros, que jogou água no para-brisa e pediu uma contribuição financeira. O militar disse que, após se negar a pagar, o flanelinha teria ficado exaltado e houve uma discussão que se agravou quando o homem pegou o cabo de madeira para golpeá-lo, atingindo o lado direito do pescoço.

À PM, o militar disse que, considerando que está debilitado por questões de saúde, além do porte físico do lavador e carros, ele optou por sacar a arma. Vendo que mesmo assim o jovem não largou o objeto usado na agressão, ele atirou na direção das pernas dele, o atingindo na panturrilha.

O flanelinha ficou no hospital sob escolta da PM. A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime. A PM informa que há imagens de câmeras de segurança que mostram a discussão e as agressões. A arma usada pelo motorista, calibre 9 milímetros, foi apreendida.

“Sobre o ocorrido no dia 10 de junho, envolvendo um militar do Exército Brasileiro, a 4.ª Região Militar informa que todas as informações estão sendo checadas e devidamente tratadas com a responsabilidade e seriedade que a situação exige. O Comando da 4.ª RM determinou a abertura de uma sindicância para apurar os fatos”, informou a sede do Exército na capital, através de nota enviada à TV Alterosa.

A reportagem também acionou a Polícia Civil de Minas Gerais e aguarda resposta.

Faça seu comentário usando o Facebook
Qual sua reação sobre o post!?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Menu
Right Menu Icon