Minas Gerais permanece na onda vermelha do Minas Consciente pela terceira semana concecutiva

Compartilhar

O Sul de MG foi mantido na onda vermelha do programa Minas Consciente. A decisão foi divulgada pelo Comitê Extraordinário Covid-19 do Executivo Estadual na tarde desta quarta-feira (20). A região permanece  na fase mais restritiva do plano pela terceira semana consecutiva.

De acordo com o Governo de Minas Gerais, a permanência ocorre por conta do aumento de 19% na taxa de incidência do coronavírus no estado na última semana. De acordo com o Minas Consciente, a onda vermelha permite o funcionamento, de portas abertas, de apenas serviços essenciais como bancos, farmácias, padarias e supermercados.

Outras nove regiões de MG também foram mantidas na onda vermelha. Com isso, dez das 14 macrorregiões de MG se encontram na fase mais restritiva (Oeste, Centro, Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Vale do Aço, Sudeste, Centro-Sul e Sul). Outras três estão na onda amarela (Norte, Noroeste e Triângulo Norte). Já a região Triângulo Sul permanece na onda verde.

Veja os setores que tem funcionamento permitido na onda vermelha:

  • Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;
  • Bares e restaurantes (somente para delivery ou retirada no balcão);
  • Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
  • Serviços de ambulantes de alimentação;
  • Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;
  • Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;
  • Vigilância e segurança privada;
  • Serviços de reparo e manutenção;
  • Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
  • Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
  • Construção civil e obras de infraestrutura;
Fonte: G1
Faça seu comentário usando o Facebook