Minas Gerais pode receber mais de R$ 20 milhões por ação de combate a corrupção

Compartilhar

Um acordo, fruto de uma ação conjunta contra a corrupção, deve devolver aos cofres públicos do Estado de Minas Gerais cerca de R$21 milhões. Fazem parte da parceria o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a Controladoria-Geral do Estado (CGE) e a Advocacia-Geral do Estado de Minas Gerais (AGE).

A ação tem como intuito a devolução de recursos que foram desviados da Fundação Hidroex, para a construção do Complexo Cidade das Águas, em Frutal. A Operação Aequalis que foi responsável por deflagrar esses desvios, também calculou os valores que devem ser devolvidos.

Parte dessa verba que será devolvida, vai ser destinada a Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), campus Frutal, no Triângulo Mineiro. O resto do montante vai para os cofres públicos.

A operação apurou que o total do montante do acordo é de 20.998.036,80. Desse valor, R$ 10.222.764,80 são referentes a título de danos morais coletivos. Para o pagamento multa de civil são 4.758.136,00 e para os ressarcimentos do dano material causado ao erário do Estado de Minas Gerais outros 4.758.136,00. E por transferência não onerosa R$1.259.000,00.

Foto: Divulgação
Fonte: Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook