Ministério Público propõe ação pública contra a Copasa na cidade de Alfenas

Compartilhar

O Ministério Público de Alfenas (MG) propôs uma Ação Civil Pública contra a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) depois de processos do Procon para revisar as faturas de água dos moradores, cujos valores aumentaram muito no início da pandemia.

A ação se deve depois que houve uma analise do Procon em questão do aumento das faturas de água dos moradores, no qual tiveram aumento bastante elevado no início da pandemia.

Existe alguns casos, em que as contas tiveram um aumento até em 80%.

No levantamento feito pelo Procon de alfenas, constatou que cerca de 500 pessoas, tiveram calor abusivos em suas contas de água.

Segundo a Copasa, disse que o Ministério Público ainda não informou oficialmente sobre a ação, mas assim que notificada, irá tomar todas as medidas necessárias

A Copasa informou que ainda não foi informada oficialmente dessa ação do Ministério Público e quando for notificada, tomará todas as medidas cabíveis.

Faça seu comentário usando o Facebook