Monumento em homenagem a Silverinha é inaugurado após missa e procissão

Compartilhar

Foi realizada nesta quarta-feira, 29, uma missa solene na Matriz Sagrada Família, em homenagem a Silvéria Soares, mais conhecida por Silverinha.
Em seguida houve uma procissão, benção e inauguração de um monumento em sua homenagem. A celebração foi presidida pelo pároco Pe. Paulo e concelebraram os padres João Inácio, Rogério, Sérgio e o seminarista João Antonio.

O monumento foi erguido em frente ao Cemitério Municipal de Carmo do Rio Claro. Autorizado pela Prefeitura no início de janeiro, foi colocada uma imagem da Imaculada Conceição que foi fabricada em São João Del Rey, doada por amigos de Silverinha, bem como uma placa falando sobre sua vida.

Silverinha foi uma mulher que morreu com fama de Santidade há cerca de 50 anos. Até os dias atuais é grande a peregrinação ao seu túmulo, e muitos são aqueles que se dizem agraciados por uma graça.

Há cerca de seis meses uma comissão histórica presidida pelo seminarista João Antônio Marques vem resgatando a história desta mulher que foi exemplo de vida e deixou entre nós um rastro de Santidade.

Silverinha nasceu no dia 20/10/1906, no bairro do Mandembo, é filha do casal Antônio Soares e Maria Silveria de Jesus. Foi batizada aos 07 de dezembro de 1906, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo e faleceu no dia 19/06/1969, sendo sepultada no dia 20/06/1969 no cemitério municipal.

Faça seu comentário usando o Facebook