Novo nível de água para o Lago de Furnas é tema de debate na bancada mineira

Compartilhar

Na quinta-feira, 5, em razão da audiência pública em Brasília sobre a situação do Lago de Furnas, a cota mínima 762 entre outros debates, deputados e senadores de Minas Gerais mostraram suas indignações a respeito do atual nível do lago. Entre reuniões e audiências que ocuparam o dia todo, uma notícia importante chega para beneficiar mais de 30 cidades mineiras: o sinal verde por parte do governo para aumentar a cota mínima do Lago de Furnas.

“A chamada Cota 762 é o nível considerado ideal para que o Lago de Furnas seja aproveitado tanto para geração de energia quanto para atividades comerciais, turísticas e náuticas”, explicou o parlamentar que é líder do PSD na Câmara e coordenador da bancada mineira, Diego Andrade.

Com isso, o parlamentar também explicou o gasto exorbitante tanto para Minas Gerais quanto para o Brasil em operar com o lago abaixo do valor da cota mínima de 762 e qualificou como “ponto alto das reuniões” o encontro com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

À bancada mineira, o ministro expôs estudos e até mesmo um cronograma de atividades que permitem subir a cota mínima. O deputado disse ainda que o ideal seria operar o sistema de Furnas com um nível ainda maior que a chamada Cota 762.

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Novo nível de água para o Lago de Furnas é tema de debate na bancada mineira

Comments are closed.