Para o prefeito, ano foi de arrumar a casa em Passos

Compartilhar

Segundo balanço de atividades desenvolvidas pela administração municipal de Passos em 2017, no primeiro ano da atual gestão, os principais investimentos foram para a área de saúde, educação e obras.

Para o prefeito, ano foi de arrumar a casa.

 

Foi um ano para arrumar a casa, com o pagamento de R$13 milhões de dívidas inscritas em Restos a Pagar, recuperação da Certidão Negativa de Débito (CND), pagamento de salários atrasados dos servidores, negociação do débito da iluminação pública, dívidas previdenciárias, dívidas com a Receita Federal, precatórios e outros.

Assim o prefeito de Passos, Carlos Renato Lima Reis (PSD) resume os primeiros 12 meses de sua administração à frente da Prefeitura de Passos, considerando ainda que nesse período, apesar do quadro assumido com dívida de quase R$ 60 milhões, foram investidos R$ 25 milhões na área de saúde, R$ 17 milhões na educação, R$ 2,2 milhões na assistência social e, em vários outros setores, não faltaram investimentos.

“Nesse primeiro ano pude perceber a importância para a administração das parcerias com a comunidade e a cooperação entre o executivo, legislativo e o judiciário. Foi muito importante o envolvimento dos empresários, fornecedores, servidores, associações de bairros, sindicatos, forças policiais e também da comunidade. O maior aprendizado que obtivemos, através de uma vivência diária neste ano, foi realmente saber reconhecer as reais necessidades da nossa população”, afirmou o prefeito Carlos Renato Lima Reis.

No relatório divulgado nesta semana, um dos principais destaques de investimentos no ano fica para a área de saúde, com a reestruturação administrativa, de infraestrutura e de pessoal da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A secretária da pasta, Elexandra Helena Bernardes, apresentou no seu balanço a realização de exames, consultas, procedimentos médicos e de profissionais de saúde de aproximadamente 400 mil na média e alta complexidade, de 100 mil na urgência e emergência (UPA) e de 400 mil na atenção primária (PSF e NASF). Adicionando-se os serviços de visitas das equipes de zoonoses e vigilância sanitária, a secretaria realizou em torno de 1 milhão de procedimentos em saúde.

Capacitação na educação

Na Educação, pasta que recebeu o segundo maior volume de investimentos, o secretário Michael Silveira Reis destaca em sua avaliação das atividades de 2017, a capacitação de 650 professores na Educação Empreendedora, beneficiando 8 mil alunos, em parceria com o Sebrae; a implementação da Educação Infantil em Tempo Integral beneficiando 1500 alunos e a Educação para o Ensino Fundamental I e II em Tempo Integral beneficiando 1500 alunos; a realização das Olimpíadas Escolares de Atletismo Adaptado em quadra com 1700 alunos; a realização da II FliPassos com 7000 pessoas envolvidas; e ainda a implementação do projeto de psicomotricidade para a educação de 4 a 5 anos.

Dentro dessa secretaria, o Departamento de Esporte realizou as Olimpíadas Escolares de Atletismo do Município de Passos com 1700 participantes e diversas escolinhas de diferentes esportes envolvendo centenas de alunos da rede municipal. Dos certames em que as equipes municipais participaram, foram conquistados diversos títulos, como no futsal feminino o de Tricampeão do Jojuninho; Campeão Jojumirim; no basquete feminino, bicampeão do Campeonato Mineiro nas categorias Sub 15 e Sub 17; entre outros.

No outro departamento dentro da secretaria, o de Cultura, várias atividades foram desenvolvidas, como a encampação do Projeto Pipoca e Bala Piper na Casa da Cultura; o Projeto Quinta Musical nos bairros; a participação no I Festival Nacional de Teatro de Passos; e o Projeto Natal Espetacular com a presença de mais de 120 atividades culturais na cidade no mês de dezembro; entre outros. No total, durante todo o ano, foram realizados mais de 170 eventos culturais e artísticos nas escolas municipais e espaços públicos da cidade.

Coleta regularizada

Na área da Secretaria de Obras, Habitação e Serviços Urbanos, uma das principais correções da atual gestão ficou por conta da coleta de lixo, com a licitação correta de uma empresa para a coleta e destinação final de resíduos domiciliares. O titular da pasta, Richard Miranda, revelou que são coletadas 60 toneladas de resíduos domiciliares por dia em Passos com destino ao Aterro Controlado, além de promover a coleta e destinação final de resíduos de saúde, num volume de 22 toneladas de resíduos por mês pelos 270 geradores cadastrados no município.

Nesses 12 meses, foram realizadas 4.500 km/mês de varrição nas vias da cidade e uma equipe de 45 homens fazem a capina das vias e órgãos públicos (escolas, praças, prédios públicos em geral, entre outros).

Outro destaque foi a “Operação Tapa-buracos” em 276 ruas da cidade, recebidas em sua grande parte em total estado de abandono e esburacadas, e a pavimentação de 12 ruas; além da implantação de rede de drenagem para pavimentação; 109 serviços de limpeza e desobstrução de bocas de lobo, entre outras.

Via Folhadamanha
Faça seu comentário usando o Facebook