Pela 6ª semana Brasil tem média de mortes acima de mil

Compartilhar

O Brasil completou seis semanas com média diária de mortes pelo novo coronavírus igual ou superior a mil. Nos últimos sete dias, foram 1.061 óbitos.

O País registrou nesta segunda-feira, 27, 685 mortes e 26.496 novas infecções de coronavírus nas últimas 24 horas. O balanço mais recente do Ministério da Saúde mostra ainda que 1.667.667 pessoas já se recuperaram do coronavírus em todo o País. No total, 87.679 vidas já foram perdidas por causa da covid-19 e 2.443.480 pessoas foram infectadas.

Essa forma de acompanhar a evolução da pandemia dilui as oscilações bruscas provocadas pelo represamento dos dados em feriados e fins de semana, por exemplo. Aos domingos, os números absolutos de casos e mortes costumam ser menores, por atrasos nos registros das informações. Nos dias seguintes, esse atraso é compensado, o que acaba inflando os dados em dias úteis. A média móvel compensa essas variações.

O Brasil é a segunda nação do mundo com maior número de casos e mortes por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, com 4,2 milhões de infecções confirmadas e 147,3 mil óbitos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. E se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

O Ministério da Saúde informou, no início da noite, que o Brasil contabilizou 614 óbitos e mais 23.284 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo a Pasta, no total são 87.618 mortes e 2.442.375 casos confirmados pelo coronavírus. O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

 

 

Fonte: TERRA

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Pela 6ª semana Brasil tem média de mortes acima de mil

Comments are closed.