Pesquisadores descobrem primeiro caso de reinfecção por coronavírus

Compartilhar

O primeiro caso de reinfecção pela covid-19 foi confirmado no mundo por pesquisadores da Universidade de Hong Kong, nesta segunda-feira (24/8). Se trata de um homem de 33 anos, cidadão de Hong Kong que, em abril, recebeu alta após se curar da doença, mas, no início de agosto, testou novamente positivo para o vírus.

Esta é a primeira vez que uma reinfecção pelo novo coronavírus é documentada no mundo com o resultado aceito para publicação no Clinical Infectious Diseases, da Universidade de Oxford, no Reino Unido. No comunicado, os cientistas anunciaram que “um paciente aparentemente saudável e jovem teve um segundo caso de infecção pela Covid-19 diagnosticado 4 meses e meio depois do primeiro episódio.”

De acordo com os pesquisadores, o paciente confirmou a nova infecção com outra linhagem da covid-19, um dos elementos que ajudou a confirmar que se trata de uma reinfecção e não um resquício da antiga doença. O novo positiva ocorreu após o homem voltar de uma viagem para a Espanha. Desta vez, ele estava assintomático e, na primeira ocasião, manifestou sintomas leves.

Em coletiva, a epidemiologista e líder técnica da Organização Mundial de Saúde (OMS), Maria van Kerkhove, admitiu ser possível o caso de reinfecção, mas pediu cautela nas avaliações.

“É importante analisar o contexto. São mais dr 24 milhões de casos relatados até agora, e precisamos olhar para isso a nível populacional. É importante documentar, mas não podemos tirar conclusões”, disse, relembrando que a literatura, até o momento, indica que os infectados adquirem certa imunidade contra a covid-19, mas que ainda é necessário descobrir o grau e o tempo de proteção.

Fonte: Correio Braziliense

Faça seu comentário usando o Facebook