Poços terá “fogos silenciosos” no Ano Novo

Compartilhar

Poços de Caldas, MG – Uma iniciativa inédita e inovadora vai amenizar o transtorno que causam os fogos de artifício durante, principalmente, as comemorações de Ano Novo. O acréscimo de um dispositivo no Código de Posturas do município, em abril deste ano, de autoria do vereador Gustavo Bonafé, garante a utilização única e exclusiva de fogos de artifícios silenciosos em eventos da prefeitura.
O artigo 214-A estabelece que em todos os eventos promovidos e apoiados pelo município de Poços de Caldas serão usados única e exclusivamente fogos de artifício silenciosos, em defesa das crianças portadoras de necessidades especiais, pessoas idosas e enfermas, bem como em defesa dos animais domésticos ou não, que convivem no meio urbano.
Segundo informações do secretário de Turismo Ricardo Fonseca Oliveira, na comemoração da passagem de ano já serão usados os fogos silenciosos. “Vamos fazer a queima dos fogos silenciosos de acordo com a modificação do Código de Posturas, que autoriza somente este tipo de produto”.

Perigos – Além do incômodo que causam a idosos acamados e bebês, os fogos de artifícios podem comprometer também a audição. De acordo com a enfermeira Leila Fonseca, é preciso ter cuidado ao utilizar os fogos e ainda se manter longe do local onde estão sendo queimados.
“As pessoas querem expressar alegria, mas esquecem que o barulho emitido pelos fogos pode ultrapassar o limite seguro de exposição aos sons, que é de 85 decibéis, e assim afetar a audição. Os problemas podem ser diversos, como pressão no ouvido, zumbidos, estalos, pressão, além da irritabilidade”, alerta ela. Estudos indicam que o barulho emitido pelos artefatos pode atingir mais de 120 decibéis (dB).

Animais – De acordo com a bióloga e gestora ambiental Sandra Zangiacomi Martinez, os estrondos pirotécnicos podem ser irritantes e provocar medo e pânico nos animais domésticos ou não, levando-os a reações descontroladas e perigosas. “As explosões repentinas dos fogos causam danos nos animais domésticos e nos que estão na natureza também. A começar pelos pássaros, que ao ouvirem os barulhos têm reação de fuga e acabam se chocando com casas, luzes, carros durante os voos sem visibilidade. Sem contar os passarinhos ainda bem pequenos que caem dos ninhos ao se assustarem. Outros animais presentes nas nossas serras também sofrem com o tumulto dos artefatos. Cães, gatos, cavalos igualmente são perturbados pelos estouros barulhentos e podem entrar em pânico. Muitos morrem de ataques cardíacos ou em acidentes provocados pelas fugas intempestivas. A atitude da prefeitura de acatar os fogos silenciosos vai contribuir muito com este problema. Mas, o ideal seria que toda a população se preocupasse e deixasse de utilizar os artefatos barulhentos”, comenta ela.

Beleza sem barulho – Um exemplo de um belo espetáculo com fogos de artifício aconteceu na pequena cidade de Collecchio, na província de Parma, Itália. A prefeitura optou por fogos de artifício sem barulho para compor sua tradicional festividade que ocorre todo setembro. Os habitantes desta localidade desfrutaram de suas festas e da colorida algazarra dos fogos sem os incômodos barulhos que as explosões geram.

 

Via jornalmantiqueira
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com