Polícia Civil apreende um quilo de skank na região

Compartilhar

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deu cumprimento, nesta manhã, 17, a um mandado de busca e apreensão em um imóvel residencial na cidade de Pratápolis, que fica a cerca de 106 km de Guaxupé. No local, os policiais localizaram um quilo da substância entorpecente conhecida como “Skank”, tipo de maconha modificada geneticamente.

No imóvel havia uma mulher de 52 que foi conduzida até a delegacia junto com a droga. Durante seu depoimento, ela alegou que o produto seria do filho dela, um homem de 22 anos que estaria fora da cidade. Após ser ouvida, ela foi liberada.

Segundo o Delegado Regional de Passos, Marcos de Sousa Pimenta, “a investigação começou a cerca de 30 dias e agora os policiais estão empenhados em localizar o proprietário do entorpecente”. Ainda de acordo com o Delegado, o grama desta droga é vendido a valores que variam de R$50 a R$100.

Fonte: Portal da Cidade Guaxupé

Faça seu comentário usando o Facebook