Polícia Civil prende padre por armazenar fotos de menor seminu em Borda da Mata

Compartilhar

A mãe do menino denunciou o religioso que foi preso na manhã desta quinta-feira (29).

A Polícia Civil deteve um padre em flagrante em Borda da Mata (MG). Por armazenar fotos de um menino de 11 anos seminu. O religioso foi detido na manhã desta quinta-feira (29), após uma denúncia da mãe da criança, segundo a Polícia Civil.

O padre foi detido durante o cumprimento de um mandato de busca e apreensão na casa paroquial. No celular, havia fotos do menino apenas de cueca.

O menor ao ser ouvido pela polícia confirmou ter trocado mensagens por celular com o religioso. A polícia disse ainda que a perícia trabalha para recuperar arquivos apagados, a fim de identificar possíveis vítimas.

O padre foi levado para o presídio de Pouso de Alegre. Autuado em flagrante no artigo 241A do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Em nota, a Arquidiocese de Pouso Alegre afirmou que o padre estava em licença do Mosteiro Trapista de Campo do Tenente (PR) para uma experiência na região. Ele foi afastado das atividades enquanto “aguarda o resultado da apuração dos fatos”.

Veja a nota:

Considerando que nesta data foi preso […], padre em licença do Mosteiro Trapista de Campo do Tenente (PR) para uma experiência pastoral em nossa Arquidiocese de Pouso Alegre.

Por medida cautelar, a Arquidiocese de Pouso Alegre afastou o padre […] do exercício do ministério, enquanto aguarda o resultado da apuração dos fatos.

A Arquidiocese de Pouso Alegre está disposta a colaborar com a Justiça em tudo o que for necessário para a elucidação dos fatos e lamenta profundamente o ocorrido que ferem o Corpo Eclesial e a comunidade cristã, e assim pede que não falte a todos a misericórdia e a oração neste momento doloroso.

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Faça seu comentário usando o Facebook