Polícia indicia 11 pessoas e afirma que tanques da cervejaria Backer tinham vazamentos

Compartilhar

O inquérito da Polícia Civil sobre a intoxicação por dietilenoglicol, causada em pessoas que ingeriram as cervejas da Backer, foi concluído nesta terça-feira (9) e indiciou 11 pessoas.

Segundo a Polícia, os tanques de fabricação da bebida apresentavam vazamentos. A substância dietilenoglicol e monoetilenoglicol, usadas como anticongelante, se misturaram a bebida. Investigações ainda apontaram que 29 pessoas foram contaminadas. Destas, sete morreram.

Em nota, a Backer informou que reafirma que irá honrar com todas as suas responsabilidades junto à Justiça, às vítimas e aos consumidores. Além disso, a empresa também disse que aguardar o recebimento da conclusão do inquérito para se posicionar publicamente.

Vale lembrar que a empresa segue interditada até que cumpra todas as exigências do Ministério da Agricultura.

Fonte: Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook