População tem que ficar atenta com a prevenção da dengue em Carmo

Compartilhar

O Brasil e o mundo vivem um momento que impõe desafios para todos. Com a pandemia de coronavírus, medidas de restrição e isolamento social estão sendo adotadas. Em Carmo do Rio Claro não é diferente. Contudo, além da preocupação com a Covid-19, a população deve ficar atenta a uma outra ameaça: as arboviroses. Neste período de reclusão, em que muitas pessoas estão em casa, é fundamental aproveitar o tempo para impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como dengue, zika vírus e chikungunya.

A coordenadora da Vigilância epidemiológica Flavia Reis Ferreira Souza, lembra que os lares são o ambiente mais propício para a proliferação do mosquito. “O Aedes aegypti é extremamente urbano. E segundo uma pesquisa, 90% de seus criadouros encontram-se no ambiente domiciliar. Por isso, é imprescindível que neste período de isolamento social sejam intensificados os cuidados para combater a proliferação do vetor e, assim, evitar novos casos da doença”, explica.

Ainda Segundo Flavia, os agentes de endemias durante a visita de rotina, notificam os donos de residências onde são encontrados focos de larvas do mosquito, fazendo um trabalho de conscientização da comunidade.

 

Faça seu comentário usando o Facebook