Prazo para cadastramento dos trabalhadores da cultura para recebimento de auxílio emergencial encerra nesta sexta

Compartilhar

Foi estipulado pela Comissão de Gestão Estratégica da Lei Aldir Blanc em Minas Gerais que termina nesta sexta-feira (25), o prazo para os trabalhadores da cultura se cadastrarem, a fim de receberem auxílio emergencial no valor de R$600,00. O cadastramento pode ser realizado pela internet, em formulário próprio, disponível no link www.secult.mg.gov.br/formularioaldirblanc 

O cadastro foi disponibilizado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) desde 30 de julho. O formulário foi lançado com o objetivo de levantar informações sobre o cenário cultural de Minas Gerais e dimensionar o potencial de interessados em receber os benefícios da lei de emergência cultural.
Minas Gerais lidera o número de profissionais cadastrados, segundo levantamento nacional realizado pelo jornal Metrópoles, o último balanço contabilizou 10.175 mil cadastros no estado.
Vale ressaltar que o cadastro não garante o recebimento dos recursos e, quem já recebeu o auxílio da Caixa Econômica Federal não pode receber esse benefício.
Para mais informações acesse: secult.mg.gov.br/leialdirblanc
Sobre a Lei Aldir Blanc 
Foi sancionada em 29 de junho de 2020, a Lei 14.017/20 prevê a destinação de R$ 3 bilhões para pagamento de renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura – R$ 600 pelo período de três meses.
Também prevê subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais – entre R$ 3 mil e R$ 10 mil – e, ainda, iniciativas de fomento cultural, como editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, entre outros.
Para as ações de fomento foi definido um percentual mínimo de 20%, o equivalente a R$ 600 milhões.
Fonte: Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook