Onda Sul FM

Prefeito e Assessor Jurídico comentam a respeito do contrato entre Carmo e Copasa

O rompimento do contrato existente entre a Prefeitura e a Copasa é um dos assuntos mais comentados pela população de Carmo do Rio Claro.

De acordo com o Prefeito Sebastião César Lemos, esse contrato, antes mesmo de ser enviado a Câmara já estava sendo debatido pelos responsáveis da prefeitura. Ainda de acordo com ele, foi feito um contrato muito rígido entre os órgãos, sendo assim, não é tão fácil romper esse laço.

Já de acordo com o Assessor Jurídico, Bruno Cade, caso haja o rompimento deste contrato entre as duas instituições, a Prefeitura deve esclarecer algumas questões como o abastecimento de água da cidade que, caso haja esse rompimento de imediato, não haverá uma empresa que atenderá a prestação de serviço de abastecimento e tratamento de água em Carmo do Rio Claro.

Para além da multa, há outros problemas que estão inseridos nessa quebra de contrato. Segundo o Assessor Jurídico, a Prefeitura estima que se o rompimento do contrato acontecesse, o município teria que arcar com uma multa que envolve inúmero setores e ficaria em torno de R$ 20 milhões de reais do cofres públicos. Esse valor representa quase metade do orçamento anual da cidade.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA