Prefeitura de Varginha cria canal para denúncias de aglomerações no combate à Covid-19

Compartilhar

Quase 160 denúncias de aglomerações e festas já foram registradas no canal criado pela prefeitura de Varginha (MG). Até o momento, já foram realizadas 20 notificações, 2 multas e 2 interdições resultantes dessas ligações.

Segundo o ranking do disque-denúncia, em 1º lugar estão as aglomerações em comércio, que representam 20% das reclamações. As aglomerações de pessoas, de uma maneira geral, vêm logo depois, e representam 16,7%.

Já as festas em casa e funcionários sem máscara estão em terceiro lugar e representam 15% das ligações, cada uma. Também há denúncias de clientes sem máscaras e ônibus lotado.

Ainda de acordo com a prefeitura, o canal de comunicação foi criado depois do aumento de casos positivos de Covid-19. O objetivo é que a população denuncie situações de risco sanitário para a transmissão da doença.

“Isso é para otimizar os setores de vigilância e de fiscalização. Tudo o que for pertinente ao não cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19, cabe a colaboração do cidadão para denunciar e viabilizar que a gente consiga otimizar os nossos serviços de fiscalização para agir”, explicou o secretário de saúde, Luiz Carlos Coelho.

Na última sexta-feira (28), uma loja de conveniência foi fechada pela Vigilância Sanitária no Bairro Imaculada. No local, várias pessoas descumpriam o decreto municipal e estavam aglomeradas e sem máscaras. A Polícia Militar foi acionada por meio do canal criado pela prefeitura.

“Desde o dia 20, o serviço está funcionando 24h por dia. Funciona como uma central de regulação das denúncias. O grupo responsável direciona as denúncias aos órgãos competentes, otimizando assim, o serviço de fiscalização”, finalizou.

As denúncias podem ser feitas por telefone ou pelo e-mail: denúncia.covid@varginha.mg.gov.br.

Fonte: G1

Faça seu comentário usando o Facebook