Produção Industrial em Minas fecha o ano em baixa

Compartilhar

Rompimento da barragem em Brumadinho teve forte impacto no resultado

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta semana, relataram que Minas Gerais apresentou queda no setor de produção industrial no ano passado. O estado fechou 2019 com uma baixa de -5,6%.

Esse resultado obtido em Minas pode ser relacionado com o rompimento da barragem da Vale do Córrego da Mina do Feijão, em Brumadinho, na região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 25 de janeiro de 2019. Essa tragédia fez com que o setor se estagnasse no estado.

Para Bernardo Monteiro, analista da pesquisa, a queda do setor em Minas, também teve influência no Espírito Santo, estado que obteve o pior resultado, com a taxa de -15,7%. “O resultado negativo em Minas decorre da menor produção do minério de ferro, logo após rompimento da barragem de Brumadinho. Já a indústria capixaba foi influenciada pela situação em Minas e também pela menor produção de óleos brutos de petróleo e gás natural, e pela queda no setor de celulose, mercado que anda saturado” explica.

Além dos dois estados do sudeste, a Bahia com -2,9%, o Mato Grosso que fechou em -2,6%, o Pernambuco com -2,2% e o Pará que ficou em -1,3%, foram alguns dos locais que contribuíram para que o Brasil fechasse o ano anterior com uma taxa de -1,1 em relação a produção industrial.

Ao todo dos 15 estados analisados, sete fecharam o ano com taxa negativa e oito com positiva. O destaque do país no setor foi o Paraná com alta de 5,7%.  Amazonas com aumento de 4%, Goiás registrando alta de 2,9%, Rio Grande do Sul com 2,6%, Rio de Janeiro com 2,3% e Santa Catarina com 2,2%, contribuíram para que o país não fechasse o ano com uma baixa no setor ainda maior.

 

via Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook