Programa Brasil Mais oferece oportunidade para alavancar pequenos negócios

Compartilhar

Os donos de pequenos negócios interessados em aumentar a produtividade e a competitividade das suas empresas já podem se inscrever para participar do Programa Brasil Mais. A iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC), do Ministério da Economia, é desenvolvida em parceria com Sebrae, Senai e ABDI e oferecerá apoio técnico e consultorias para empresas brasileiras até dezembro de 2022. Somente o Sebrae possui atendimento previsto de 125 mil negócios.

O Sebrae é considerado um parceiro estratégico no Brasil Mais. A metodologia utilizada pelo programa será a mesma aplicada pela instituição por meio dos Agentes Locais de Inovação (ALI), em todo o Brasil. Durante um período, que pode variar entre três a seis meses, as empresas participantes receberão acompanhamento técnico de cerca de mil ALI para melhorarem suas práticas produtivas ou gerenciais. Serão atendidos, prioritariamente, os pequenos negócios dos setores Comércio e Serviços.
De acordo com gerente de Competitividade do Sebrae, Cesar Rissete, quando se fala em ganhos de produtividade, o empreendedor deve ter em mente melhorias amplas e significativas para o negócio. “Os Agentes Locais de Inovação atuarão diretamente nas empresas de forma presencial e remota, aplicando metodologias que ajudem os empresários e colaboradores a pensarem em ações que resultem em ganhos de curto prazo em produtividade. Quando falamos em ganhos de produtividade, estamos levando às empresas aumento de faturamento, ganhos de rentabilidade, redução de custos, entre outros benefícios”, explicou Rissete.

Experiências do ALI

Em Propiá, interior de Sergipe, a padaria da família da empreendedora Bárbara Martins está recebendo o apoio técnico de um Agente Local de Inovação do Sebrae, desde maio deste ano. O estabelecimento existe há mais de 30 anos, mas ainda não tinha uma gestão estruturada. Com a pandemia, surgiu a necessidade de inovar em alguns processos para conseguir se manter e a presença do Sebrae foi o diferencial. “Mesmo sendo um negócio considerado essencial, tivemos uma queda nas vendas de produtos específicos. Surgiu uma oportunidade de inovar de forma simples e com facilidade. Resolvemos focar na confeitaria. Em pouco tempo, conseguimos aumento de 12% no faturamento. Além disso, estamos mais organizados na gestão, investindo em lançamento de uma linha gourmet e explorando mais as redes sociais”, contou.

Em Simão Dias, outro município sergipano, José Douglas Santos é dono de um minimercado que abriu há oito meses. Ele quase “quebrou” durante a pandemia e participar do ALI foi um divisor de águas. “No começo da crise faltou capital de giro e os clientes sumiram, mas eu mantive a fé no meu negócio e aproveitei a oportunidade para melhorar e evoluir como empresário. Meu faturamento cresceu, diversifiquei os produtos e tenho mais controle da parte financeira. Também estou em contato constante com meus clientes pelas redes sociais e mando as promoções da semana”, destacou. Com os resultados positivos no negócio, ele faz planos para sair do aluguel. “Com a ajuda do Sebrae, estou criando uma estratégia para criar uma reserva para investir na compra do meu próprio ponto comercial”, comemorou.

Como participar do Brasil Mais

O Brasil Mais terá ações em dois eixos principais: melhores práticas produtivas, disponível para a indústria, e melhores práticas gerenciais, voltado para as micro e pequenas empresas de todos os setores. Para participar basta se inscrever aqui.

Ao se cadastrar no programa, a empresa escolhe em qual dos eixos tem interesse em ser atendida, responde a um questionário de autodiagnóstico para avaliar o seu grau de maturidade de produção ou gestão e é encaminhada para o atendimento assistido por um dos parceiros do programa: Sebrae, responsável pelo eixo gerencial ou Senai, que promoverá a melhoria de processos produtivos em micro, pequenas e médias indústrias de 11 a 499 funcionários.

Além disso, as empresas terão acesso gratuito, na plataforma no site do Brasil Mais a diversos conteúdos digitais como: manuais de melhores práticas produtivas e gerenciais, e-books, podcasts, links para cursos de capacitação, ferramentas de autodiagnóstico para avaliação de maturidade das empresas relacionadas às práticas produtivas, gerenciais e digitais.

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Programa Brasil Mais oferece oportunidade para alavancar pequenos negócios

Comments are closed.