Psicólogas dão entrevista sobre movimento “Janeiro Branco” em Carmo

Compartilhar

A campanha “Janeiro Branco” se tornou um movimento dedicado a convidar as pessoas a refletirem sobre suas vidas, no sentido e propósito e o quanto conhecem sobre si mesmo.

Sobre esse movimento, as psicólogas Dra. Denise Oliveira Silva e Dra. Talita Oliveira Alves comentaram sobre a escolha do início do ano para trabalhar a saúde mental.

De acordo com a Dra. Denise Oliveira Silva, foi escolhido este mês pelo motivo de que as pessoas “param” para refletir sobre o ano, bem como sobre a sua vida. Ainda segundo ela, as pessoas estão muito apressadas ultimamente.

A Dra. Talita Oliveira Alves, disse que as pessoas em janeiro tiram um tempo para pensar sobre o que querem durante todo o 2020. Para ela, o “Janeiro Branco” surge com a necessidade de também aproveitar o início do ano para pensar na saúde, em especial a saúde mental.

Dra. Denise Oliveira Silva trabalha com os ESF’s com a atenção voltada para as famílias que buscam atendimento nas unidades de saúde. De outra forma, a Dra. Talita Oliveira Alves, trabalha com o CREAS e embora o propósito seja o mesmo, o público é diferente.

No CREAS, o trabalho é voltado para pessoas que geralmente passaram por alguma violência, ou violação de direitos. Dra. Talita também reforçou que o trabalho não é feito só na sede, além do local, eles vão até as casas dos assistidos e na zona rural.

A Prefeitura de Carmo do Rio Claro, através das secretarias municipais de Saúde e Assistência Social, promove hoje, 29, a partir das 19h um encontro referente ao “Janeiro Branco”. O encontro será ministrado pelo médico Dr. Thales Vaz Inácio, da psicóloga Dra. Alessandra Vilela e do Educador Físico, Geraldo Filho.

Faça seu comentário usando o Facebook