PUC abre inscrições para segunda turma de medicina

Compartilhar

Estudantes podem se inscrever até 22 de janeiro; classificados no primeiro processo seletivo devem se matricular nesta semana.

 

A formação das turmas do curso de medicina segue a todo vapor no campus Poços de Caldas (MG) da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). A instituição abriu, nesta segunda-feira (18), as inscrições para a formação da segunda turma, que deve iniciar as aulas juntamente com o restante dos cursos, no dia 1º de fevereiro.

Os estudantes interessados devem se inscrever no processo seletivo até o dia 22 de janeiro. Serão oferecidas 50 vagas, sendo que cinco são dedicadas a bolsas integrais para candidatos que possuam renda familiar per capita inferior a um salário mínimo e meio e que atenda a outros requisitos socioeconômicos.

A abertura das inscrições para 2018 acontece em paralelo com as matrículas da primeira turma, que estão sendo realizadas nestas segunda e terça-feiras, as 8h às 19h, na sede da instituição.

O processo seletivo

A classificação leva em consideração o melhor resultado obtido pelo candidato nas edições de 2013 a 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições custam R$ 65,00 e devem ser feitas exclusivamente no site oficial da PUC Minas.

Segundo a instituição, o resultado deve ser divulgado no dia 26 de janeiro. As matrículas devem ser realizadas três dias depois. Veja os documentos necessários para a matrícula.

Abertura do curso em Poços de Caldas

O processo de implantação no município começou em 2014. Depois, a PUC Minas chegou a anunciar o início das aulas para o primeiro semestre de 2016, mas a instituição foi atingida por uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender a criação de mais de 2 mil vagas em cursos de medicina no Brasil. Desde então, a PUC tentava aprovar o processo para iniciar as aulas.

No entanto, há menos de um mês, o Ministério da Educação (MEC) autorizou a abertura das vagas – no dia 29 de novembro, a decisão foi publicada no Diário Oficial da União. A definição aconteceu dias depois do Governo Federal anunciar que suspenderia a abertura de novos cursos de medicina no país pelos próximos cinco anos. Segundo a PUC Minas, a aprovação aconteceu dentro do programa ‘Mais Médicos’ por meio de editais.

Via G1/suldeminas
Faça seu comentário usando o Facebook