Onda Sul FM

Queen B lançava seu primeiro single solo há exatamente 16 anos atrás

Este ano, Beyoncé lançou um documentário sobre sua apresentação história no Coachella para a Netflix em um acordo milionário e surpreendeu a todos com o álbum ao vivo do “Homecoming”. O resultado foi 1.1 milhão de telespectadores em sua estreia apenas nos Estados Unidos. Com quase 20 anos de carreira, ela se mantém entre um dos maiores nomes da indústria da música, sem distinção por gêneros, e tem a preferência quase unânime de todos os fãs de pop.

E sua caminhada solo começou há exatos 16 anos. Foi no dia 18 de maio de 2003 que o mundo conhecida o primeiro single solo da cantora, o que abriu os trabalhos do álbum “Dangerously in Love”. “Crazy In Love” ganhou o mundo com participação de JAY-Z e permanece no imaginário da playlist perfeita. O single foi eleito pela VH1 como a música dos anos 2000, aparece em 118º entre as 500 melhores músicas de todos os tempos e em primeiro na lista de melhores do século 21 – ambas listas da Rolling Stone. Além disco, recebeu Grammy por “Best R&B Song” e “Best Rap/Sung Collaboration” em 2004.

O público, assim como a crítica especializada, é rendido à música. Ela estreou em 58º lugar na Hot 100, a principal parada de singles da Billboard, mas no dia que o álbum “Dangerously In Love” debutava em 1º, a faixa alcançava também o topo. Foram 27 semanas no ranking, oito delas em primeiro lugar.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA