Receita Federal e PM realizam operação “Mandarin” e apreendem mais de R$ 500 mil em mercadorias

Compartilhar

Essa semana uma operação realizada pela Receita Federal e a Polícia Militar de Poços de Caldas apreenderam cerca de R$ 1 milhão em mercadorias importadas de forma irregular. Grande parte de todos os produtos vinham da China e seriam distribuídos para venda em comércios da cidade.

Na última quinta-feira, 21, uma situação parecida aconteceu na cidade de São Sebastião do Paraíso. A Receita Federal junto da Polícia Militar apreenderam diversas mercadorias que teriam sido contrabandeadas por comerciantes. A apreensão de mercadorias irregulares foi registrada em mais de R$ 500 mil.

Os fiscais recolheram equipamentos eletrônicos, celulares, roupas, acessórios e brinquedos de 10 lojas da cidade. Por não estarem emitindo notas fiscais, os responsáveis não pagam impostos, certificando que a importação não é feita de forma correta o que configura em crime.

A operação foi chamada de “Mandarin” porque a maioria dos produtos seria da China. Ao todo foram oito meses de planejamento. A Receita Federal fez o cruzamento de dados e a verificação nas lojas onde foram encontrados problemas. Em todos os casos, foi comprovada a prática frequente de importação irregular.

Os produtos foram todos levados para o depósito da Receita em Poços de Caldas. Como solução, os comerciantes podem apresentar a nota fiscal para realizar a retirada dos produtos a partir da semana que vem. Depois disso, todos os produtos irregulares serão destinados a instituições ou leiloados.

 

 

Faça seu comentário usando o Facebook