Renovação de matrícula para 2021 começa na rede estadual e segue até dia 30

Compartilhar

A renovação de matrículas na rede estadual de ensino já se iniciou em Minas Gerais, mesmo sem definição sobre o retorno das aulas presenciais no Estado. Na primeira fase, feita remotamente, os responsáveis pelos alunos devem indicar se desejam manter a matrícula na mesma escola — quem quiser mudar de instituição deve esperar o período de cadastramento escolar, previsto para novembro. Além de garantir a vaga, o processo de matrícula será um termômetro para entender mudanças na comunidade escolar após a pandemia de Covid-19.

“É importante para a escola se planejar, ver quem está voltando e a possibilidade de evasão dos alunos”, aponta o presidente do Conselho Estadual de Educação, Hélvio de Avelar. Uma coordenadora de escola estadual do ensino médio em Belo Horizonte, que pediu para não ser identificada, desenha cenários possíveis para 2021: “Acho que teremos evasão das escolas particulares (pela crise econômica), ao mesmo tempo em que alguns pais avaliam que o ensino remoto estadual não foi tão satisfatório e podem procurar uma escola particular com preço mais acessível”, pontua.

A princípio, a previsão da Secretaria de Estado de Educação (SEE MG) é estender o atual ano letivo até o dia 27 de janeiro, mas ainda não se sabe se o ensino seguirá remotamente ou se será presencial. O recebimento de alunos do terceiro ano do ensino médio, autorizado pelo Estado para ocorrer na rede estadual a partir do dia 19 de outubro, foi suspenso pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Expectativa

“Eu esperava que fosse o melhor ano da minha vida. Haveria festas com os amigos com quem eu estudo há sete anos. Mas foi um ano jogado fora. Nos primeiros dois meses, até tentei acompanhar (o ensino remoto), mas era a mesma coisa de não fazer nada. Quase nenhum professor dá orientação, é um barco em que está todo mundo afundado”, diz o estudante Matheus Barbosa, 17, atualmente no terceiro ano do ensino médio.

Ele diz que, caso a escola estadual onde estuda, em BH, fosse autorizada a receber alunos, retornaria — não sem receios, porém, já que acha improvável que os alunos consigam manter distância um do outro. Uma coordenadora de escola estadual em Belo Horizonte, que pediu para não ser identificada, conta que a maioria dos seus alunos do último ano do ensino médio tem acompanhado bem as aulas remotas, por serem uma turma de ensino integral que já estava engajada com o ensino.

“Mas, nos anos em geral, o acompanhamento é muito baixo, são 15% a 20% de alunos que dão retorno sobre as atividades. Nosso contato com os alunos tem sido, principalmente, pelo WhatsApp. O aplicativo do Estado, ‘Conexão Escola’, é pouco utilizado como ferramenta de trabalho, por várias dificuldades”, relata.

Na última semana, os alunos do ensino médio passaram por uma avaliação diagnóstica, por meio do aplicativo, com o objetivo de direcionar quais conteúdos devem ser explorados com mais profundidade em um eventual retorno às aulas presenciais, segundo a SEE MG. Nos próximos dias, a secretaria deve chegar a um balanço sobre quantos alunos responderam ao questionário, no formato de prova, e qual foi a performance geral, de acordo com a pasta.

Serviço

A renovação de matrícula deve ser feita pelo site renovacao.educacao.mg.gov.br até 30 de outubro, pelos responsáveis pelo aluno ou pelo estudante, se for maior de 18 anos. Quem não conseguir acesso ao site deve procurar a escola por email, telefone ou outros meios disponíveis no mesmo período.

Fonte: O Tempo
Faça seu comentário usando o Facebook