Representantes do Ministério Público discutem segurança em passeios náuticos

O Ministério Público Federal em Minas Gerais realizou uma reunião na tarde de quarta-feira, 31, em Capitólio com os prestadores de serviço de turismo náutico que atuam na represa de Furnas.

O encontro contou com a participação da Marinha do Brasil, Prefeitura de Capitólio e o Ministério Público do Estado de Minas Gerais.

O objetivo foi o de repassar orientações sobre os requisitos, obrigações e medidas a serem seguidos para que o serviço de passeios náuticos seja realizado com a máxima segurança.

A reunião levantou a quantidade de empresários e embarcações que hoje prestam esse tipo de serviço na região, além de buscarem medidas a serem adotadas por cada uma das instituições para a solução de problemas decorrentes do incremento do número de embarcações e turistas.

O MPF acompanha, por meio de um inquérito civil instaurado em fevereiro de 2017, se as normas da autoridade marítima para embarcações na navegação interior são observadas por todas as empresas e pessoas físicas que oferecem passeios náuticos na represa de Furnas; se os marinheiros que conduzem as embarcações estão habilitados; além de verificar se ocorre a efetiva fiscalização por parte da Marinha do Brasil.

Via folhadamanha
Faça seu comentário usando o Facebook
shares