Santa Casa de Paraíso comemora 103 anos

Compartilhar

A Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso completou no dia 23 de setembro, 103 anos de existência. A data de criação da instituição foi lembrada pelo provedor do hospital, Fernando Montans Alvarenga que destacou os feitos realizados por seus antecessores. Ele também enfatizou o trabalho que vem realizando junto com a equipe de provedoria visando ampliar a capacidade de atendimento, mesmo em tempo de pandemia, com o objetivo de ofertar mais conforto a população atendida que abrange não só pacientes da cidade, da região e até mesmo de outros estados.

De acordo com os registros históricos, a Santa Casa é um hospital filantrópico que surgiu em Paraíso no ano de 1.897. De início era uma construção simples, pequena, mas que naquele tempo já preenchia as necessidades da comunidade que crescia. Foi o primeiro órgão assistencial de saúde médica da cidade.

Em 1917 o primeiro grande salto em suas instalações quando já prestava relevantes serviços médico-hospitalares a toda a região. Desde aquela época os registros históricos apontam a existência de amplas instalações, modernos equipamentos, eficiente equipe de atendimento, para socorrer a sociedade desde os mais abastados até as classes menos favorecidas. Várias foram as gerações de médicos, enfermeiras e tantos outros profissionais que dedicaram parte de suas vidas no servir ao próximo e em fazer o bem diante de tantas necessidades.

Um salto no tempo, e em 2017 a Santa Casa celebrava o seu centenário. Várias foram as festividades que marcaram aquele momento pontuando a história e com homenagens. A instituição que ao longo dos anos havia se transformado assumindo o papel de mais importante hospital de Paraíso, continuou modernizando-se e ampliando suas instalações, equipamentos e recebendo em seu corpo clínico profissionais abnegados como de outrora e cada vez mais capacitados e atualizados para as necessidades dos dias atuais.

Desde o dia 21 de novembro de 2019 foi empossada a atual provedoria composta por uma equipe altamente qualificada, tendo à frente como provedor o empresário Fernando Montans Alvarenga. A diretoria está composta por Luiz Antônio Pimenta, vice-provedor; Adriano Aparecido de Paula, 1º tesoureiro; Maria Hortência de Souza, 2ª tesoureira; Leonardo Diogo, 1º secretário e Luiz Pessoni, 2º secretário.

Depois de um intenso trabalho feito para equilibrar as finanças da instituição, os dirigentes agora trabalham para ampliar as estruturas de atendimento e ofertar maior conforto aos seus usuários.

Por ocasião das comemorações dos 103 anos de criação da Santa Casa, Fernando Alvarenga fez um reconhecimento público a todos os demais dirigentes que já passaram pela instituição. “Acredito que todos que aqui passaram, os nossos antepassados também superaram muitas dificuldades. Desde a construção até os dias atuais, cada um com suas lutas e desafios contribuíram para que o nosso hospital chegasse ao ponto que ele é hoje”, comenta.

O provedor ressalta que atualmente a maior luta é para vencer a Covid-19. “É uma doença que transformou toda a nossa estrutura. Por isso quero parabenizar a todos que estão engajados nesta luta por salvar vidas, fica aqui os parabéns aos colaboradores, médicos, enfermeiros e todos que estão envolvidos”, ressalta. Por se tratar de uma instituição que atende não só a cidade Fernando comenta que “a Santa Casa é essencial na cidade e fundamental para a nossa região”.

Ao parabenizar pelo aniversário de 103 anos de história ele deseja que venham mais anos de lutas e vitórias. “Que venham mais 100, mais 103, muitos anos. Só tenho que agradecer a todos que ajudaram e ajudam a trazer o hospital até aqui, há um caminho longo a percorrer, temos muito que avançar e evoluir”, acrescenta. É neste sentido que Fernando enfatiza estão sendo dado passos largos para que a instituição Santa Casa cresça cada vez mais.

AMPLIAÇÃO
O hospital está em fase de ampliação e crescimento de suas instalações. Estão sendo construídas novas áreas com mais quartos e a reforma no segundo andar dará lugar a 45 novos leitos para atendimento através do Sistema Único de Saúde (SUS). “Queremos oferecer maior conforto, mais segurança, com elevadores, rampas de acessibilidade e tudo que for possível para atender a população, através de um prédio moderno dentro dos parâmetros de construção hospitalar exigidos pela Vigilância Sanitária, estaremos buscando sempre os recursos necessários para ofertarmos a cura dos nossos pacientes, são eles quem ganham este presente”, finaliza.

Fonte: Jornal Sudoeste
Faça seu comentário usando o Facebook