Sem caso de Covid, São Tomé das Letras ficará fechada para turistas

Compartilhar

A Prefeitura de São Tomé das Letras, na Região Sul de Minas Gerais, anunciou, nessa quarta-feira, 22, a renovação das medidas restritivas e de isolamento social na cidade, devido à pandemia do coronavírus, por mais 30 dias. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o município ainda não apresentou nenhum caso de Covid-19.

De acordo com o novo decreto, assinado nessa segunda-feira, 20, pelo chefe do Executivo municipal, Tomé Reis Alvarenga, as medidas de bloqueio a turistas, visitantes, transeuntes e não residentes do município, com exceção aos moradores da cidade, permanecem em vigor por mais um mês.

A alternativa reforça a norma nº 14/2020, de 21 março deste ano, para que a doença continue controlada e não atinja a população.

Além disso, o novo decreto também manteve o uso obrigatório de máscara nos ambientes públicos e particulares da cidade, bem como o cumprimento do isolamento social recomendado pelas autoridades municipais e estaduais de saúde.

Ainda segundo a publicação, também foi prorrogado o escoamento da produção minerária extraída dos pontos de lavras e em depósitos de beneficiamentos, desde que sejam seguidos todos os critérios e medidas de segurança e prevenção ao coronavírus.

Com cerca de 7 mil habitantes e distante 300 quilômetros de Belo Horizonte, São Tomé das Letras tem 70% da sua receita baseada no turismo, ficando o restante a cargo da mineração. Recebendo visitantes de vários estados, a cidade oferece em torno de 150 hotéis e campings, com alta temporada nas férias escolares e no verão.

Covid-19 em São Tomé das Letras

São Tomé das Letras é uma das 68 cidades, entre as 853 de Minas Gerais, que ainda não confirmou nenhuma ocorrência da Covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) desta quinta-feira, 23.

 

Fonte: Estado de Minas
Faça seu comentário usando o Facebook