Serão ofertados cursos de extensão para educadores em 2018

Compartilhar

Na manhã desta sexta-feira, 8, a Secretária de Educação Flávia Vivaldi e profissionais do Centro Municipal de Referência do Professor estiveram reunidos com representantes das universidades e faculdades da cidade para dar continuidade na organização do programa de cursos a ser implantado no ano de 2018.

No encontro, representantes da SME e da UEMG, UNIFAL, IFSULDEMINAS e Pitágoras discutiram a redação do documento de formalização e ajustes finais dos cursos a serem ofertados para o ano que vem. A PUCMinas não pode enviar representantes por dificuldades de agenda, mas também será parceira.

A primeira reunião para a discussão das parcerias aconteceu no mês de setembro. Já em novembro um outro encontro foi realizado para aprimoramento das propostas que integram o programa.

Ao todo devem ser ofertados dezesseis cursos de extensão, entre 40 e 60 horas, nas mais diversas áreas para os profissionais da rede. A expectativa é de ofertar os seguintes cursos: Ensino de Matemática na Educação Básica; Informática Básica, Corpo e movimento na Educação Escolar; Juventude em situação de risco: “como educar?”; Educação e diversidade; Conteúdos curriculares e metodologias inclusivas; Afetividade e desenvolvimento na Educação Infantil; Comunicação, Linguagem, Tecnologia e Sociedade; Gameficação: Scratch; Educação Integral e Ciências; Ferramentas online para Educação; Ensino de Ciências por investigação: aspectos teóricos e práticos para o ensino de Ciências nos anos finais do Ensino Fundamental; Estratégias para a Educação Ambiental; Produção Textual e Gêneros Textuais no Ensino Fundamental II; Educação Rural; Experimentação em Química com materiais de baixo custo e fácil aquisição.

Para a Secretária a ideia é difundir o conhecimento e ampliar essas formações de grande relevância para todos os profissionais. “Esse primeiro momento do programa já enfatiza a democratização e fortalecimento do acesso aos estudos continuados. É uma oportunidade de trazermos os profissionais da rede para um movimento de formações permanentes”, finalizou.

 

Via prefeituramunicipal
Faça seu comentário usando o Facebook