Suspeita de fraudar auxílio emergencial foi presa em banco com R$ 60 mil

Compartilhar

Após denúncia anônima, uma mulher, de 40 anos, foi detida pela Guarda Municipal (GM) de Uberaba na tarde desta segunda-feira (11/01) dentro de um banco com R$ 60 mil em notas diversas. Segundo ocorrência da GM, o dinheiro é suspeito de ser de fraude do auxílio emergencial do governo federal.

Ainda segundo o registro da GM, ao ser surpreendida pelos agentes, a mulher portava o dinheiro dentro de saco, e ao ser questionada não soube explicar sobre a procedência.

Desta forma, a suspeita foi levada para a Delegacia da Polícia Federal (PF) para as próximas providências.

Segundo um recente relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), cerca de oito milhões de brasileiros podem ter recebido indevidamente o auxílio emergencial . O órgão identificou, por exemplo, o pagamento do auxílio a milhares de militares e a jovens de classe média alta.

O Código Penal prevê, para os crimes de estelionato e falsidade ideológica, pena de reclusão de um a cinco anos, e multa. Já a inserção de dados falsos em sistema de informações tem pena de reclusão de dois a 12 anos e multa.

 

Fonte: Estado de Minas
Faça seu comentário usando o Facebook