Suspeito de matar a companheira tem pedido de prisão preventiva negado por juiz

Compartilhar

Adílio Sérgio Gomes de 40 anos suspeito de matar a facadas a companheira Roberta Camile Araújo Silva no último domingo,18, teve o pedido de prisão preventiva negado pelo juiz Valderí Andrade Silveira da comarca de Campestre, a decisão foi proferida nesta terça-feira,20.

Na decisão o juiz alega que o suspeito é primário e tem bons antecedentes e afirma que o crime foi um ato isolado na vida de Adílio e que o mesmo não apresenta periculosidade.

“Com efeito, não há notícias de que o representado tenha tentado alterar a cena do crime ou que tenha intimado testemunhas, por exemplo. Ressalto que o fato de o representado estar foragido não representa, neste momento, inconveniência ao andamento das investigações”

O Ministério Público é a favor da expedição do mandado de prisão preventiva e considera ser importante para o processo. Porém para o juiz o conteúdo apresentado não é suficiente e que a preventiva não pode ser decretada porque o fato está causando desassossego à população local.

O crime

Uma mulher de 34 anos foi morta a facadas pelo marido neste domingo,18, em Bandeira do Sul. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu no início da noite na residência do casal, na Rua José Bandeira Carvalho, centro da cidade. Os policiais foram até o local atender a ocorrência de violência doméstica. O casal havia discutido, e o comerciante Adilio Sérgio Gomes, 40 anos, desferiu golpes de faca contra a esposa. A filha do casal contou aos policiais, que os pais passaram a tarde em um sítio e que haviam se desentendido por causa de uma geladeira aberta. Ao voltarem para casa, a filha ouviu os gritos vindos do quintal e encontrou a mãe caída com as roupas sujas de sangue. Roberta Camile de Araújo Silva faleceu no local. Foram constatados pela perícia 13 ferimentos de faca pelo corpo da vítima. Após o crime, o comerciante fugiu. A arma utilizada, uma faca de 15 cm de lâmina, foi abandonada no local e recolhida pela perícia técnica. Foi realizado intenso rastreamento, com comunicação às cidades vizinhas, porém sem sucesso na prisão do autor até o momento.

Fonte: Onda Poços
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com