Onda Sul FM

Tratamento inédito na América Latina causa regressão de câncer em paciente

Um grupo de pesquisadores dos EUA testou com sucesso 265 drogas sobre uma ampla amostra de células tumorais que continham um enorme número de mutações genéticas responsáveis por diferentes tipos de câncer, um avanço considerado importante na medicina de precisão. - AFP/Arquivos

Exames feitos com pouco mais de um mês de diferença mostram o recuo de um linfoma em fase terminal em um paciente de 62 anos.

Portanto, Vamberto Luiz de Castro recebeu um tratamento inédito na América Latina, com uma técnica de terapia genética descoberta no exterior e conhecida como CART-Cell.

No início de setembro, o corpo do mineiro estava tomado por tumores, mas, nesta semana, a maioria já desapareceu.

Porém, para os médicos, isso é um indicativo da evolução da terapia. Para pesquisadores do Centro de Terapia Celular (CTC-Fapesp-USP), ligado ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Vamberto está praticamente livre da doença.

Contudo,para os especialistas, é difícil falar em cura porque o diagnóstico final só poderá ser dado após cinco anos de acompanhamento. Os exames apontam, segundo eles, a “remissão do câncer”.

Sendo assim, a técnica utilizada, chamada de CART-Cell, já é comum nos Estados Unidos, Europa, China e Japão. Ela consiste na manipulação de células do sistema imunológico para as células causadoras do câncer sejam combatidas. O ataque é contínuo e específico, segundo os médicos.

Via:MSN
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA