Unifal de Varginha vai ceder prédios para ampliação de atendimento da UPA

Compartilhar

O campus da Universidade Federal de Alfenas (Unifal) em Varginha vai ceder prédios para contribuir nos atendimentos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) neste momento de pandemia do novo coronavírus. Com o auxilio, pacientes com sintomas do Covid-19 deverão se dirigir exclusivamente à UPA, enquanto pessoas com outros sintomas serão atendidas na Unifal.

De acordo com o diretor do campus, professor Leandro Rivelli Teixeira Nogueira, os prédios B e C da Universidade serão cedidos para o auxilio nos atendimentos. O professor explicou que, como os prédios ficarão abertos por 24 horas para atendimento aos pacientes da UPA, foi acertado que haverá cooperação da Guarda Municipal e da Polícia Militar no sentido de garantir a segurança.

Para que os atendimentos comecem a ser divididos entre UPA e Unifal os prédios da Universidade vão receber toda estrutura necessária para receber os pacientes que buscarem ajuda médica.

Ainda não há previsão para o início dos atendimentos na instituição de ensino, mas, segundo a Chefe da Divisão de Urgências e Emergências da UPA, Rosana de Paiva Silva Moraes, os trabalhos estão sendo realizados “dia e noite”.

“Estamos trabalhando dia e noite para deixar tudo pronto, pois é uma estrutura muito grande. É preciso aprovação do projeto por parte do Corpo de Bombeiros e também de toda uma estruturação de equipamentos no local”, destacou.

Rosana comentou também sobre a importância desta separação nos atendimentos neste momento de pandemia do novo coronavírus: “Na UPA os atendimentos ocorrerão para as pessoas com sintomas do novo coronavírus e na Unifal os de pacientes com outros sintomas. Tudo isso para que exista uma triagem. Recebemos muitos atendimentos na UPA que, na verdade, não precisariam recorrer à Unidade de Pronto Atendimento. Por conta disso, essa separação vai dar mais segurança para o próprio paciente neste momento de pandemia, pois, quando ele buscar atendimento, haverá uma separação”, explicou.

 

Fonte: G1

Faça seu comentário usando o Facebook