Onda Sul FM

Vacinação contra a gripe será aberta para toda a população na segunda-feira

A determinação foi dada pelo Ministério da Saúde na tarde desta quinta-feira

A população mineira terá a oportunidade de se proteger contra o vírus Influenza, causador da gripe. O Ministério da Saúde liberou as doses da vacina para os moradores que não estão inseridos no publico-alvo da Campanha Nacional da Vacinação. A partir de segunda-feira, 3/05, as pessoas poderão procurar as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) para se imunizar.
Nesta sexta-feira, 31, somente o público-alvo será atendido. Fazem parte dos grupos, adultos com 60 anos ou mais de idade, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade cumprindo medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de crianças de 6 meses até 6 anos.
Já o restante da população poderá procurar os postos a partir de segunda-feira. Por meio de nota, “a Secretaria Municipal de Saúde irá seguir determinação do Ministério da Saúde”. As doses ficarão disponível nos postos de saúde de 03 de junho até o dia 07 de junho. O mesmo acontecerá em outras cidades mineiras, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG).

Casos em Minas
A proteção em Minas Gerais é importante. As mortes por influenza vêm aumentando a cada semana. Desde o início do ano, foram notificados 1.105 casos de síndrome respiratória aguda grave no estado. Desses, 56 já estão confirmados como tendo sido provocados pelo Influenza e 148 por outros vírus respiratórios. O restante das amostras ainda está sendo analisado.

O H1N1 é o subtipo do vírus Influenza que mais provocou a síndrome: foram 47 casos confirmados, seguido pelo H3N2, com quatro casos. Também há confirmação de infecção por Influenza B e Influenza A não subtipado. Belo Horizonte concentra quase metade dos casos de SRAG por Influenza. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram 30 casos confirmados. Desses, 28 por H1N1, um por Influenza A sem subtipo definido e um por Influenza B.

Três pessoas morreram na capital mineira depois de contrair o H1N1. Em todo o estado, são cinco mortes pelo vírus. Os outros óbitos foram registrados em Juiz de Fora, na Zona da Mata, e Andrelândia, no Sul do estado. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, foram registrados em Minas Gerais cinco surtos gripais, caracterizados pela ocorrência de ao menos três casos em ambientes fechados/restritos em um intervalo de até sete dias entre as datas de início dos sintomas. Eles ocorreram na aldeia da etnia Maxakali em Bertópolis, Ladainha e Santa Helena de Minas, no Vale do Mucuri, e em Belo Horizonte.

 

Via: EM
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat