Onda Sul FM

Veja músicas que só foram sucesso no Brasil

Você conhece, seus amigos conhecem, e é um sucesso onde quer que toque… Isto é, se for no Brasil. Algumas músicas internacionais só emplacaram por aqui, sabia? Conheça cinco faixas que são verdadeiros hits no Brasil, mas que não chegaram nem perto do sucesso mundial.

Bruno Mars: “Talking to the Moon” (2011)
Nunca foi um single do cantor. O único lugar do mundo em que essa música entrou nas paradas foi no Brasil, alcançando o 1º lugar das mais tocadas nas rádios. Ela se tornou um enorme sucesso ao entrar para a trilha sonora da novela “Insensato Coração”, da TV Globo. Era o tema do par romântico formado por Jonatas Fato e Giovanna Lancellotti.

Taylor Swift: “Long Live” (2012)
O single alcançou apenas a 85ª posição na Billboard Hot 100, mas chegou a ser a 5ª mais tocada das rádios no Brasil. O motivo? A gravadora investiu em uma versão alternativa para o mercado brasileiro, com vocais adicionais de Paula Fernandes, cantando em português. Deu certo. Foi um sucesso regional.

Hanson: “Save Me” (2000)
Para o resto do mundo, essa é só uma faixa perdida no “This Time Around”, álbum que nem fez muito sucesso. Para o Brasil, é o maior sucesso do Hanson ao lado de “MMMBop”. A música foi tema de Carolina Dieckmann (Camila) e Reynaldo Gianecchini (Edu) na novela “Laços de Família” – aquela em que a personagem dela tem leucemia. Camila comoveu o Brasil inteiro e deu um hit regional para os Hanson.

Britney Spears: “Criminal” (2011)
O single da Princesa do Pop só alcançou o 55º lugar na Billboard Hot 100 e, quando muito, figurou no Top 40 de outros mercados fora dos Estados Unidos. Mas no Brasil, a música foi nº1 nas rádios, tornando-se o maior sucesso do álbum “Femme Fatale” por aqui.

Anitta: “Indecente” (2018)
Era uma das apostas em espanhol da Anitta, mas acabou só funcionando mesmo no Brasil, onde ela já tem nome. “Indecente” foi por várias semanas a música pop mais tocada das rádios no país, alcançando o Top 40 geral, dominado pelas músicas sertanejas.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA