Vice Prefeito, Wilber Moura, busca recursos para a Recicarmo

Compartilhar

O vice prefeito Wilber Moura em visita a Belo Horizonte na última semana, esteve no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR).

A pauta da visita foi o “Bolsa Reciclagem” que a Recicarmo não está recebendo há mais de um ano. Ao todo, o governo do estado deve para a Recicarmo mais de R$80.000,00, sendo:

R$15.548,37 (primeiro trimestre 2017),

R$17.223,37 (segundo trimestre 2017),

R$19.828,98 (terceiro trimestre 2017),

R$18.793,36 (quarto trimestre 2017)

e R$10.396,35 (primeiro trimestre 2018).

Durante a visita em conversa com as Senhoras Joice Alves e Luciene Modesto, administradoras do Bolsa Reciclagem e a Sra Ângela Oliveira diretora do CMRR, foi dito que há mais de um ano e meio o governo do estado não faz os repasses para o fundo do bolsa reciclagem, o que inviabiliza que as Associações recebam, entre elas, a Recicarmo.

Ainda segundo o Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), os valores já foram empenhados e liquidados, faltando apenas o governo repassar o dinheiro para que as Associações recebam.

De acordo com o vice prefeito, chega a ser desumana a atitude do governo estadual. “É lamentável essa situação, dezenas de famílias trabalham arduamente na Recicarmo e precisam desses recursos do bolsa reciclagem. Chega a ser desumana essa atitude do governo estadual com os municípios”, desabafou Wilber.

O vice prefeito lembra que foi durante seu mandato como vereador que o Bolsa Reciclagem foi disponibilizado para a Recicarmo. “Empenhamos para que a Recicarmo pudesse receber esse incentivo e agora temos essa realidade de atrasos por parte do governo, é inaceitável”, finalizou.

Faça seu comentário usando o Facebook