Videoconferência realizada pela ANA traz à tona questões ligadas a Furnas e Peixoto

Compartilhar

Na quinta-feira (02), o deputado federal Emidinho Madeira participou da 2ª reunião sobre as condições de operação da Usina Hidrelétrica de Furnas, por videoconferência.

A reunião foi realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA) e contou com a participação de representantes do Operador Nacional do Sistema (ONS), do Movimento Pró Furnas 762, de entidades ligadas ao turismo, órgãos de meio ambiente e lideranças políticas.

“Uma nova reunião foi agendada para o mês de agosto, mas até lá, continuaremos acompanhando e monitorando o nível das represas, pois representamos a região e não é de hoje a nossa luta em prol de Furnas e Peixoto. A nossa luta continua”, declarou o parlamentar.

Além do deputado, uma das líderes do movimento Pró-Furnas, enfatizou que as definições de condições de operação de reservatórios e aproveitamento hidroelétrico no país sejam revistas, para que o conjunto das bacias Paraná-Grande, compatibilizada a produção energética e com o funcionamento da hidrovia Tietê-Paraná, assunto o qual ainda não havia sido discutido, passe a ser pensado e a preservação do Lago de Furnas, levando em consideração a importância da manutenção de 50% do volume útil como nível operacional mínimo acima da cota 762 e não abaixo, para que não tenha problemas em época de seca.

Veja abaixo os pronunciamentos do deputado federal Emidinho Madeira, Maria Eliza uma das líderes do movimento Pró-Furnas e do Promotor Mário Conceição.



Faça seu comentário usando o Facebook