Vinil ‘Black Album’ de Prince reaparece com valores astronômicos

Compartilhar

Prince havia determinado a destruição de todos os exemplares após uma revelação espiritual.

Prince se apresenta na edição de 2013 do Billboard Music Awards em Las Vegas, nos Estados Unidos, em maio de 2013 (Foto: Ethan Miller/Getty Images/AFP/Arquivo)

Os fãs de Prince estão agitados com a descoberta de vários discos de vinil do célebre “Black Album”, após a lenda do pop determinar a destruição de todos os exemplares, há 30 anos.

Recordmecca, um site para colecionadores, vendia na quarta-feira (13) um exemplar do vinil por nada menos que US$ 15 mil (cerca de R$ 49.5 mil).

Em dezembro de 1987, o excêntrico “Kid de Minneapolis” esperava divulgar sua música de modo inédito, enviando os discos em segredo para as lojas, sem identificação na embalagem.

A Warner tentou dissuadi-lo e como não conseguiu, editou e distribuiu o disco, chamado de “Black Album” por sua capa monocromática.

Pouco tempo depois, Prince revelou ter tido uma revelação espiritual, chamou o álbum de “maléfico” e pediu que todos os exemplares fossem destruídos.

A Warner recolheu e destruiu grande parte dos 500 mil discos produzidos, mas vários desapareceram, para a alegria dos colecionadores.

Jeff Gold, proprietário do site Recordmecca e ex-executivo da Warner, explicou que foi contactado por um ex-executivo da Warner que encontrou cinco exemplares do “Black Album”.

Via G1
Faça seu comentário usando o Facebook